Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


"Um Grito de Socorro" de Casey Watson - Opinião

por Tânia Tanocas, em 26.03.17

Quarta leitura para o desafio #marçofeminino

19.jpg

Opinião:

Mais uma escritora nova, perita em desenvolver um dos meus temas preferidos, crianças tristes, traumatizadas, mal amadas, feridas emocionalmente, a receita perfeita para eu continuar a afirmar de que existem muitas crianças que simplesmente não deviam sequer ter nascido e que muita mulher não devia ser capaz de gerar vida humana.

 

Ingredientes:

Uma menina de 12 anos, com um corpo de 19, com visíveis sinais de rebeldia, mal educada e que padece de uma doença chamada de Addison.
Uma família de acolhimento, já com alguma experiência.
Um filho de 19 anos que tem Síndrome de Asperger.

 

Preparação:
Juntem todos os ingredientes numa casa em lume brando e vá "remexendo" lentamente.
Por fim, pode não ter uma receita perfeita ou saborosa, mas certamente terá uma sensação de dever cumprido.

 

Casey neste seu relato demonstra perfeitamente a incompetência de avaliação em relação a este caso, quais as necessidades que casa crianças precisa de acordo com o seu passado.

 

Gostei particularmente da necessidade de transmitir como era verdadeiramente o comportamento da Sophia alternando as suas acções entre o angelical e o demoníaco, fazer crer que não é qualquer pessoa que se sujeita a acolher estas crianças. Muitas das vezes Casey desculpava as acções de Sophia, porque detectou (quase) logo que aquela menina carecia de outro tipo de ajuda que não a dela (apesar de a informação disponibilizada ser escassa), mas mesmo assim nunca atirou a toalha ao chão.

 

Se já era fã de Torey Hayden, encontrei em Casey Watson outra forma de ajuda para quem mais precisa de carinho, compreensão e acima de tudo muito amor. Tenho muita estima e consideração por estas mulheres que sujeitam-se a si e as suas famílias para dar algum conforto a estas crianças.

 

Este caso, também despertou a minha atenção, porque não são só as famílias pobres que negligenciam e provocam estas situações, muitas das vezes falta de amor não é sinónimo de falta de dinheiro.

4-estrelas.jpg

photo.jpg

 

Casey Watson é uma mãe de acolhimento especializada em casos extremamente problemáticos. Ela e o marido recebem crianças com passados traumáticos. Enquanto estão ao seu cuidado, estas crianças são orientadas através de um programa comportamental que lhes permitirá voltar à sua família biológica ou entrar no sistema de acolhimento convencional.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:33


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Jardim de Mil Histórias a 31.03.2017 às 15:36

Já tenho este livro adicionado à minha wishlist. Parece ser do género que vou devorar.
Beijinhos e boas leituras
Imagem de perfil

De Tânia Tanocas a 06.04.2017 às 17:29

Por vezes são estórias duras, adoro os livros da Torey Hayden, também uma mulher que trabalha com crianças problemáticas, por isso quando conheci a Casey decidi logo adquirir um livro seu para ver se gostava e decididamente também me agradou...
Espero que também te conquiste.
Beijokas e boas leituras

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D

Próxima Opinião...


Estou a Ler...



Goodreads

2017 Reading Challenge
Tânia Tanocas Já leu 39 livros... A meta é de 50 livros...
hide




Mensagens