Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O dia 5 de Junho foi o dia escolhido para a minha visita há feira do livro de Lisboa, sempre a fazer figas para que o S. Pedro desse uma ajudinha, pois fazer quase 90 km e andar há chuva na feira não dá com nada...  O sol deu um ar da sua graça, uns pingos apareceram mas logo desapareceram e a visita até correu bastante bem... 

 

Vou já citar o primeiro ponto negativo desta 88ª feira, este ano não houve o tradicional folheto com a disposição dos stands, este ano lembraram-se de fazer um jornal todo catita, mas que de funcional não teve nada, então colocam as editoras com os respectivos números e um mapa que não os identifica?! Pela primeira vez, em muitos anos de feira, tive de me deslocar por três vezes ao posto de informações... 

 

Segundo ponto negativo, mas já bastante decorrente nestas últimas feiras, os preços dos livros, as editoras continuam a não prescindir dos seus lucros nesta que deveria ser uma das maiores feiras do livro, livros já com alguns anos com o preço de editor quase igual ao preços das novidades. Editoras essas que durante o ano fazem promoções muito mais atractivas nos seus sites online do que as que fazem na feira do livro e vêm ter cá a casa, por isso não necessito de gastar o extra do gasóleo, das portagens, do estacionamento e da alimentação... 

 

Terceiro ponto negativo, verifiquei que a maioria dos livros do dia nem chegam a 50% de desconto, ficando pelos 40%, ora se na hora H fazem o desconto de 50% porque não fazem o mesmo desconto no livro do dia, por exemplo, se o preço dos livros do dia fossem os mesmos que na hora H isso permitia ás pessoas fazerem as respectivas compras durante o dia e sem necessidade de comprar o livro só na hora H quando estiveram o dia inteiro como livro do dia... Aconteceu-me esta situação com dois livros... 

 

Para não dizerem que só estou do contra, também houve pontos positivos, primeiro, gostei que este ano houvesse mais editoras, alargando o prazer de deambular pelos stands por muito mais tempo, os alfarrabistas também eram mais do que no ano anterior, apesar de os seus preços não chegaram aos calcanhares dos sites de venda de livros usados. Segundo, gostei da ideia de concentrarem a parte da alimentação em dois sítios e não espalhados por toda a feira, por vezes achava que era uma salgalhada misturada. Terceiro ponto positivo, a alteração da hora H, para quem é de longe é a hora ideal para chegar a casa e ainda ter tempo para se consolar com as compras realizadas...  Quarto ponto positivo, tal como no ano passado, a existência de uma da tenda do banco de bens doados para acolher livros que podem reverter para várias associações, tinha a ideia de que a recolha era só livros infantis, como não é um género literário que abunda cá por casa não pensei mais no assunto, mas depois de ver a Patrícia a falar do assunto decidi levar dois sacos carregados de livros que já tinha lido e não sabia o que lhes fazer, espero que sejam úteis para alguma coisa, tenho pena que não haja perto da minha área de residência associações que façam o mesmo, no entanto fiquei estarrecida quando encontrei o stand fechado há chave e me disseram que o motivo é porque havia pessoas que iam lá buscar os livros...  Quinto ponto positivo, apesar dos pontos negativos já mencionados o dia da ida há feira do livro continua a ser um dos meus momentos altos do ano, a noite mal dormida, a ansiedade nas vésperas, perder a conta das vezes que subo e desço o parque, sempre rodeada de livros e mais livros, qual Alice no paraíso das maravilhas...  

 

Então vamos lá começar, estas são as compras de livros que estavam na minha lista desejos: 

whish.jpg

Porto_Editora.jpg

Livros comprados no stand da Porto Editora, estavam todos naqueles "cestos" promocionais espalhados por todo o espaço da editora, valor total: 11.50€, cada um ficou a 3.50€.

Presença.jpg

Adquiridos no stand da Presença na Hora H, "Deus Ajude a Criança" a 6.90€ e "Uma Mulher Respeitável" a 8.70€, Total: 15.60€.

page1.jpg

Na Hora H, "O Rouxinol" foi 9.45€, "Flores" na Alfaguara (que este ano fez hora h) ficou a 8.75€. O livro "Flores" estava no livro do dia a 11.50€.

page2.jpg

"A Mulher com Sete Nomes" também era livro do dia na editora Planeta por 12.57€, trouxe-o na hora H por 10.50€. Nos Alfarrabistas comprei um único livro e foi só porque já andava há procura dele há alguns anos e não o encontrava, pois nos sites de livros usados consigo fazer melhores negócios noutros títulos que até lá encontrei mas não os trouxe. Este "O Homem da Noite" custou 7€.

 

Como sempre existem sempre uns quantos livros que nos escolhem sem estar-mos á espera, estes foram surgindo ao longo do dia, mas também adquiridos na hora H. Estas foram as aquisições fora da minha lista de desejos...

Fora da Whish.jpg

"A Verdade sobre a Tragédia dos Romanov" - 4.45€ / "História da Segunda Guerra Mundial" - 3.95€ / "Noite da Facas Longas" - 4.45€, (Livros de Bolso). Total gasto no stand da Dinalivro: 12.12€ 

No stand da Sinais de Fogo comprei o "Também me Salvaste", por 7.50€, as opiniões do goodreeads não são as mais famosas, mas depois de ler e me encantar com as páginas que tive oportunidade de ler não pensei duas vezes e veio também cá para casa. 

Já ia a sair da feira e vi "A Grande Viagem da Fada Madrinha" no stand Ao Pé das Letras a 3€, quem resistiria?...

Para completar e porque nunca se negam ofertas de livros, "Maigret e o Cadáver Desaparecido" foi oferecido no stand da Porto Editora. 

 

Também gostava de vos dizer que o dinheiro amealhado para esta feira foi feito durante o ano 2017, isto é, desde o ano passado que faço um mealheiro onde coloco 2€ por cada livro lido, o meu balanço dos livros lidos o ano passado foi de 64, isto originou a módica quantia de 128€.  

Para finalizar vamos a contas, não faço ideia qual seria o valor despendido se fizesse estas compras fora da feira, só sei que o meu contributo na feira do livro de Lisboa de 2018 foi de 85.42€... 

Saldo Inicial: 128€

Saldo Gasto: 85.42€

Lucro: 42.58

Querem saber onde foi para este lucro? Não percam as aquisições trimestrais que vou colocar no fim do mês... 

E vocês foram visitar a feira? Quais foram as vossas comprinhas?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Jardim de Mil Histórias a 20.06.2018 às 15:51

Olá Tânia,
Concordo contigo no que dizes. Acho que os preços são sempre altos. A FLL vale a pena pela Hora H (que só aí há os 50% de desconto) e pelos alfarrabistas onde encontramos livros a preços bem interessantes. Normalmente é por onde começo.
Ainda assim fizeste umas excelentes compras. Curiosa com as tuas opiniões.
Um beijinho e boas leituras
Perfil Facebook

De Sandra Santana a 10.07.2018 às 12:41

Concordo em absoluto em relação aos preços, os descontos são mínimos em comparação com as campanhas das livrarias on line e os livros do dia, se não forem novidades compensam sempre mais na Hora H que para mim é a grande mais valia da Feira. Mas claro é sempre o acontecimento do ano para qualquer livrólico e eu também vibro sempre imenso e tenho de me conter para não passar lá a vida e desgraçar-me.
As minhas compras foram maioritariamente nos descontinuados da Relógio d'Água depois Hora H e alfarrabistas (https://vicio-dos-livros.blogspot.com/2018/06/feira-do-livro-de-lisboa-2018.html)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Estou a Ler


goodreads.com

Goodreads

2018 Reading Challenge

2018 Reading Challenge
Tânia has read 0 books toward her goal of 50 books.
hide


Lidos 2018



Tânia Tanocas's favorite books »




Mensagens



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D